www.visitportugal.com

Live Chat

Outros

Representa POIs do Tipo Outros

O Presépio

O Presépio
O presépio designa, segundo o Evangelho, o estábulo onde Jesus nasceu, local ainda hoje venerado em Belém, na Basílica da Natividade. Baseada na interpretação do Antigo Testamento pelos evangelhos apócrifos, a Natividade era representada no séc. IV pela imagem do Menino Jesus, deitado no chão, acompanhado pelas figuras do boi, do jumento e dos pastores. A representação do Presépio difundiu-se a partir do séc. VIII.

Tornou-se mais popular devido à ação de São Francisco de Assis, em 1223, quando este festejou a missa solene da Noite de Natal diante de um grande presépio, no meio do bosque de Greccio, em Itália. Desde então, os frades franciscanos foram os grandes divulgadores deste hábito, que se foi enriquecendo no cenário e nas personagens e se transformou numa fonte de inspiração artística popular e erudita.

Em Portugal, destacam-se as figuras de barro, de caráter popular, de Estremoz e de Barcelos e os presépios barrocos do escultor Machado de Castro (exemplar na Sé de Lisboa) ou do escultor António Ferreira (exemplar na Basílica da Estrela). Esta expressão erudita do séc. XVIII é particularmente interessante pois inclui, em torno do motivo principal da Natividade e da chegada dos Reis Magos a Belém, recriações de ambientes campestres portugueses e das classes sociais de então: clero, nobreza e povo. De notar o detalhe das vestes e a representação de profissões e ofícios, alguns já desaparecidos.

Mapa Mapa
Ver mais
Mapa
A opinião dos utilizadores
sonia.cfa
Há quem apelide como piscina natural, há quem lhe chame de praia fluvial. (...)
lisbononthego
Sintra é uma cidade e município da costa de Lisboa. Neste passeio vamos (...)

O coração de Lisboa - Entre a Praça do Comércio e a Praça do (...)

O coração de Lisboa - Entre a Praça do Comércio e a Praça do Rossio
Com este passeio ficará a conhecer a Baixa Pombalina, zona de Lisboa que renasceu no séc. XVIII após o terramoto de 1755, reconstruída no original traçado que poderá observar.

Inicie o percurso na Praça do Comércio, grande sala de visitas de Lisboa, aberta generosamente sobre o amplo estuário do rio Tejo. Siga depois pela rua da Alfândega onde se encontra o Welcome Center de Lisboa, espaço moderno de receção e de boas-vindas a quem visita a capital portuguesa, com acesso ao Posto de Turismo onde todas as perguntas sobre Lisboa têm resposta. Em frente, encontra-se a Praça do Município, que tem ao centro o Pelourinho da cidade e a poente o edifício dos Paços do Concelho, obra de inegável valor arquitetónico .

Regresse à Praça do Comércio e entre na rua Augusta (por baixo do Arco triunfal), uma rua sem trânsito, ladeada de lojas e com convidativas esplanadas ao meio. Na rua de Santa Justa (última perpendicular antes de chegar à Praça do Rossio) verá à esquerda o ascensor de Santa Justa. Suba até ao último piso para desfrutar a soberba vista panorâmica sobre os telhados de Lisboa, com a sua característica cor ocre, e a faixa azul do rio Tejo.

Volte a descer, e termine o passeio no Rossio, que no passado foi fórum político e social da cidade.

Mapa Mapa
Ver mais
Mapa
A opinião dos utilizadores
sonia.cfa
Há quem apelide como piscina natural, há quem lhe chame de praia fluvial. (...)
lisbononthego
Sintra é uma cidade e município da costa de Lisboa. Neste passeio vamos (...)
Eventos Eventos
Ver mais
Indie Lisboa - Festival Internacional de Cinema Independente
Indie Lisboa - Festival Internacional de Cinema Independente
Descubra novos autores e tendências do cinema mundial no Indie Lisboa - (...)

Fado ou Canção de Coimbra

Fado ou Canção de Coimbra
Uns dizem que teve origem nas melodias importadas por estudantes brasileiros que, a partir de 1860, vieram estudar para Coimbra; outros, que a canção teria sido trazida para aqui por estudantes provenientes de Lisboa e que a cidade estudantil a diferenciou e individualizou; outros ainda ligam a sua origem às Cantigas de Amor e à Trova Provençal da Idade Média trazida para Portugal com a corte de cavaleiros e trovadores que acompanhava o casamento dos príncipes.

Seja, porém, qual for a sua origem, mesmo aqueles que não falam a língua portuguesa não resistem a ser arrastados pelo sentimento profundo da sua melodia.

A sua expressão está associada à voz masculina e foram seus expoentes maiores na segunda metade do séc. XX, Adriano Correia de Oliveira, António Bernardino, Fernando Machado Soares, José Afonso, Luís Góis, entre muitos, que deram à música portuguesa uma nova dimensão de universalidade e de fraternidade. Acompanhado pelos acordes melancólicos da guitarra portuguesa, não podemos deixar de mencionar dois intérpretes de exceção: Artur Paredes e seu filho Carlos Paredes.

O Fado de Coimbra é interpretado por diversos grupos que dão a conhecer em todos os continentes o temperamento sonhador e nostálgico da alma portuguesa, que o Fado transmite pela melodia e pela poesia das palavras.

Mapa Mapa
Ver mais
Mapa
A opinião dos utilizadores
sonia.cfa
Há quem apelide como piscina natural, há quem lhe chame de praia fluvial. (...)
lisbononthego
Sintra é uma cidade e município da costa de Lisboa. Neste passeio vamos (...)
Eventos Eventos
Ver mais
Queima das Fitas
Queima das Fitas
Coimbra faz a festa aos seus doutores na "Queima das Fitas". Veste as cores das (...)

Querença

Querença
A aldeia de Querença é uma das mais típicas do Algarve, com as suas casas brancas, as chaminés rendilhadas e onde se percebe de imediato as influências da arquitetura árabe no interior da serra algarvia.

Querença tem sabido encontrar condições para o desenvolvimento do agroturismo através da divulgação das características tradicionais do espaço rural como fator de atração turística. De facto a aldeia de Querença distingue-se hoje em dia como uma área turística privilegiada em alternativa aos recantos do litoral do concelho algarvio.

Conhecida pela rica gastronomia tradicional que os restaurantes locais conservam o mais genuinamente possível, é .nesta localidade que se destilam os mais afamados medronhos e se produz o mais apreciado chouriço, para além de outras produtos tradicionais.

Mapa Mapa
Ver mais
Mapa
A opinião dos utilizadores
sonia.cfa
Há quem apelide como piscina natural, há quem lhe chame de praia fluvial. (...)
lisbononthego
Sintra é uma cidade e município da costa de Lisboa. Neste passeio vamos (...)
Eventos Eventos
Ver mais
Festival Med
Festival Med
Venha a Loulé no início do verão e aprecie os sons e os sabores de diversos (...)

Os Caretos de Podence

Os Caretos de Podence
Na aldeia de Podence, perto de Macedo de Cavaleiros e a 40 km de Bragança, o Carnaval é um dos eventos mais importantes do calendário anual. É quando aparecem os famosos Caretos de Podence, figuras diabólicas que nesta altura do ano têm autorização para se exibirem.

No Domingo Gordo e na 3ª Feira de Carnaval, os rapazes da aldeia encarnam misteriosas personagens vestindo trajes coloridos, feitos com colchas de franjas, e tapando a cara com máscaras de lata, madeira ou couro, de nariz pontiagudo. Prendem chocalhos e campainhas à cintura e cheios de energia percorrem a aldeia aos saltos e gritos, perturbando a calma diária. Um dos principais motivos das correrias é encontrar raparigas para dançar com elas e as "chocalhar". Assim se divertem, protegidos pelo anonimato. Os rapazes mais novos que seguem e imitam os caretos são chamados facanitos e asseguram a continuidade da tradição.

Na noite de Domingo Gordo realizam-se casamentos fictícios entre os rapazes e raparigas solteiros, numa cerimónia trocista. É um momento de humor, sem hipótese de reclamação por parte dos escolhidos. Na manhã do dia seguinte, a tradição manda que o rapaz vá visitar a rapariga que lhe calhou por sorteio, recebendo doces e vinho fino em gesto de agradecimento.

Em 1985, os Caretos de Podence organizaram-se e transformaram o grupo numa associação cultural, com o objetivo principal de preservar estes eventos tradicionais. Como símbolo da cultura do nordeste transmontano estes mascarados têm sido convidados a participar em vários acontecimentos culturais e recreativos ao longo do país, sobretudo quando é possível integrar a animação de rua.

Mapa Mapa
Ver mais
Mapa
A opinião dos utilizadores
sonia.cfa
Há quem apelide como piscina natural, há quem lhe chame de praia fluvial. (...)
lisbononthego
Sintra é uma cidade e município da costa de Lisboa. Neste passeio vamos (...)

De carro pelo Alto Douro Vinhateiro

De carro pelo Alto Douro Vinhateiro
Para o esperado encontro com o rio viajando de carro, primeiro há que tomar fôlego para um permanente sobe e desce por pequenas estradas, estreitas e sinuosas. Com atenção e principalmente seguindo os desvios convidativos, existentes ao longo das estradas secundárias, poderá conhecer tudo o que o Douro tem para oferecer.

Encontrará vilas calmas e aprazíveis, paisagens de vinhedos que acompanham as curvas do terreno, castelos que integram linhas defensivas do tempo da Reconquista e outros lugares onde valerá a pena fazer uma paragem, estender as pernas e olhar o horizonte.

Aqui deixamos-lhe algumas dicas para passeios pela região.

Iniciando o percurso em Peso da Régua e passando por Pinhão, a travessia dos planaltos que protegem o Vale do Douro é garantida pela EN 322-3, entre Pinhão e Alijó, pela EN212, e entre Alijó e Carrazeda de Ansiães atravessando o Rio Tua, continuando pela EN214 até Vila Flor.

Tomando a IP2 de Vila Flor a Torre de Moncorvo pode seguir viagem até Barca d´Alva pela EN220 e EN221, passando por Freixo de Espada à Cinta. Entre Vila Nova de Foz Coa e o Douro, com passagem por São João da Pesqueira, a ligação é feita pela EN 222, voltando a Pinhão. Sempre que puder, perca-se nas estradas secundárias das zonas mais baixas. Na margem esquerda, há dois desvios obrigatórios: a EN 222-4, que desce até à Quinta do Vesúvio, e a EN 324, que nos leva até ao imponente Castelo de Numão.

Durante o percurso, não deixe de parar para momentos de descanso nos mais espetaculares miradouros e ter vários olhares sobre o Douro.

Mapa Mapa
Ver mais
Mapa
A opinião dos utilizadores
sonia.cfa
Há quem apelide como piscina natural, há quem lhe chame de praia fluvial. (...)
lisbononthego
Sintra é uma cidade e município da costa de Lisboa. Neste passeio vamos (...)

Páginas

Pesquisa avançada
Planeamento Veja os conteúdos que selecionou e crie o seu Plano ou a sua Brochura.
Esqueceu a sua password?
Faça login através de redes sociais
*Aguarde por favor. *Instruções de recuperação de password enviadas com sucesso para o seu e-mail. *E-mail não enviado. Tente novamente.
Faça login através de redes sociais