www.visitportugal.com

Live Chat

Festa das Cruzes - Monsanto

Festa das Cruzes - Monsanto

Outros

De acordo com uma antiga tradição, no séc. II a. C. o pretor romano Lucius Emilius Paulus ergueu cerco a Mons Sanctus, nome romano de Monsanto, onde se encontrava um núcleo de resistentes ao poder de Roma. Durante 7 anos a população combateu as investidas romanas, porventura sob a chefia do grande guerreiro lusitano Viriato.

Quando os sitiados viram que a sua resistência chegava ao fim - e os mantimentos também - atiraram dos muros do castro uma vaca com o estômago cheio de trigo, provavelmente o último trigo e a última vaca, para demostrar que ainda tinham víveres em abundância e poderiam continuar a resistir. O estratagema resultou e os sitiantes levantaram o cerco.

É esta lenda que todos os anos no dia 3 de maio a população de Monsanto festeja subindo em cortejo até ao castelo, ao som de adufes e de antigas canções ritmadas, levando consigo vasos cheios de flores que atira para os rochedos, evocando com este gesto simbólico a liberdade conseguida há mais de dois mil anos. As mulheres e as raparigas levam consigo "marafonas" (bonecas de trapos) que as suas avós acreditavam ter poderes para afugentar as trovoadas e hoje, conjuntamente com os adufes, fazem parte do interessante artesanato local.


Festa das Cruzes - Monsanto
Pesquisa avançada
Planeamento Veja os favoritos que selecionou e crie o seu Plano de Viagem ou a sua Brochura.
Esqueceu a sua password?
Faça login através de redes sociais
*Aguarde por favor. *As instruções de recuperação de password serão enviadas para o seu e-mail. *E-mail não enviado. Tente novamente.
Faça login através de redes sociais

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação e não guarda dados identificativos dos utilizadores.
Poderá desativar esta função na configuração do seu browser. Para saber mais, consulte os Termos de Utilização

close