www.visitportugal.com

Live Chat

Arqueologia

Representa POIs do Tipo Arqueologia

Templo romano de Évora

Templo romano de Évora

Arqueologia

O Templo Romano, com uma existência de 2000 anos, é um ex-libris de Évora e um dos mais importantes ruínas históricas do país.

O Templo Romano de Évora data do séc. I, da época de Augusto. A sua longa história é também o relato de muitas transformações e utilizações diferentes ao longo dos séculos. Praticamente destruído quando os Bárbaros estiveram na Peninsúla Ibérica, no séc. V, serviu de casa-forte ao Castelo de Évora e de açougue no séc. XIV.

Foi recuperado ao seu carácter romano apenas no séc. XIX, numa das primeiras intervenções arqueológicas em Portugal. É o testemunho do forum romano da cidade de Évora consagrado ao culto imperial, o que clarificou uma tradição seiscentista que o teria consagrado à deusa Diana. Por isso foi durante muito tempo identificado como Templo de Diana. Escavações recentes revelaram ter sido rodeado por pórtico e um espelho de água.

Contactos

Morada:
Largo do Conde de Vila Flor 
7000-804 Évora


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Villa Romana de São Cucufate

Villa Romana de São Cucufate

Arqueologia

Villa romana do séc.I alterada na 1ª metade do séc. II e destruída no séc. IV, para dar lugar ao edifício hoje visível. Na Idade Média serviu de Convento da Ordem Militar de Santiago e foi abandonado no séc. XVI. O corpo central da villa é enquadrado por 2 torreões simétricos que lhe conferem grande monumentalidade.Também conhecidas por ruínas de Santiago.
Contactos

Morada:
São Cucufate - Vila de Frades
Telefone:
+351 284 441 612 (Casa do Arco)


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Villa Romana da Abicada

Villa Romana da Abicada

Arqueologia

Implantada num promontório de reduzida altitude apontado em bico à Ria de Alvor, da villa é apenas conhecida a área residencial, organizada ao longo de um corredor porticado que comunicava com diversos corpos: um triclínio e salas de receção associadas, um peristilo hexagonal que servia cinco quartos rodeados de jardins, uma área de serviços domésticos e uma galeria avançada sobre a ria.

Os materiais arqueológicos apontam para uma ocupação entre o século I e o século V.

A par da fabulosa vista sobre a zona húmida, com avifauna abundante, são os mosaicos polícromos, com padrão geométrico, que constituem um dos fatores de atratividade deste sítio arqueológico (em restauro no Museu de Portimão).

Contactos

Morada:
Quinta da Abicada
8500 Mexilhoeira Grande
Telefone:
+351 289 896 070
Fax:
+351 289 803 633


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Monumentos Megalíticos de Alcalar

Monumentos Megalíticos de Alcalar

Arqueologia

Vestígios de uma antiga povoação pré-histórica com templos funerários megalíticos, edificados e usados ao longo de vários séculos, no período Calcolítico (III milénio a.C.), constituindo um notável conjunto monumental.

Nos arredores, localizaram-se cavidades naturais e criptas artificialmente escavadas na rocha (hipogeus), usadas na mesma época como sepulcros coletivos. Os monumentos do agrupamento oriental da necrópole estão museografados e podem visitar-se. Os monumentos do agrupamento tumular central situam-se em terrenos públicos e são acessíveis aos visitantes.

Os vestígios do povoado calcolítico e os restantes monumentos situam-se em propriedades particulares, com acesso condicionado à prévia autorização dos respetivos proprietários.

Contactos

Morada:
Centro Interpretativo dos Monumentos Megalíticos
Alcalar
8500-120 Mexilhoeira Grande
Telefone:
+351 282 471 410


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Monumento Natural das Pegadas de Dinossáurio

Monumento Natural das Pegadas de Dinossáurio

Arqueologia

No extremo oriental da Serra de Aire, perto da povoação de Bairro, encontra-se um importante registo fóssil do período Jurássico – as pegadas de dinossáurios saurópodes, alguns dos maiores seres que habitaram a Terra.

Nesta superfície rochosa com uma área de 60.000 m2 são visíveis várias centenas de pegadas, que se conservaram ao longo de 175 milhões de anos e foram descobertas por acaso, durante a exploração da pedreira. As marcas da passagem destes dinossáurios herbívoros de quatro patas estão organizadas em vinte pistas excepcionalmente bem conservadas, tendo as maiores 142 e 147 metros de comprimento.

A visita ao Monumento Natural é antecedida pela exibição de um vídeo e está organizada num circuito pedagógico apoiado por painéis informativos, para que os visitantes aprendam mais sobre a história da Terra e sobre os dinossáurios. Também existem visitas guiadas que deverão ser marcadas com antecedência.
Contactos

Morada:
Estrada de Fátima - Bairro 2490-216 OURÉM
Telefone:
+351 249 530 160
Fax:
+351 249 530 169


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Villa Romana de Pisões

Villa Romana de Pisões

Arqueologia

"Villa" com espólio do séc. I d.C. à época visigótica de que se escavou apenas e parcialmente a parte urbana com mais de 40 divisões centradas num pequeno peristilo. A área é delimitada pela linha férrea e pelo barranco de Pisões.
Contactos

Morada:
Herdade de Algramaça 7800 Beja


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Cromeleque e menir dos Almendres

Cromeleque e menir dos Almendres

Arqueologia

O cromeleque dos Almendres é um espectacular conjunto de menires, constituído por 95 monólitos dispostos em dois círculos concêntricos. Alguns menires apresentam insculturas esquemáticas e geométricas. Um pouco mais longe podemos ver o Menir com cerca de 4 m  de altura. Estudos recentes comprovaram que muitos dos monólitos se encontram na sua posição original, datando o conjunto do período entre o Neolítico e o Calcolítico.

Contactos

Morada:
Herdade dos Almendres


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Ruínas de Conímbriga

Ruínas de Conímbriga

Arqueologia

A antiga cidade romana de Conímbriga é um dos sítios arqueológicos mais ricos de Portugal.

Um dos sítios arqueológicos mais ricos de Portugal, Conímbriga teve origem num castro celta da tribo dos Conii, nos finais da Idade do Ferro. Ocupada pelos romanos a partir de 139 a.C. e a sua população totalmente romanizada, foi sob o imperador Augusto, no séc. II d.C. que a cidade conheceu o seu esplendor, tendo sido construídas então termas públicas e um Forum, cuja reconstituição se pode ver no Museu.

Com o declínio do Império nos finais do séc. IV, foi elevada uma monumental muralha defensiva, o que não impediu o assalto da cidade pelos suevos, em 468 e o consequente declínio de Conímbriga, que se foi desertificando e os habitantes que restaram deslocaram-se para Condeixa-a-Velha, mais a norte.

As grandes escavações levadas a cabo ao longo do sé. XX revelaram um valioso e complexo conjunto de edifícios, incluindo termas, um aqueduto que percorre mais de 3.400 metros desde a fonte, e restos de uma basílica cristã, provavelmente do séc. VI.

O visitante não deixará de maravilhar-se à vista das casas nobres que conservam magnífico chão em mosaicos polícromos, destacando-se a casa de Cantaber, residência típica do séc. III e uma das mais amplas em todo o mundo romano ocidental e a casa dos Repuxos, com uma área de 569 m2 pavimentada de mosaico, ornamentada com vistosos quadros que ilustram temas mitológicos e do quotidiano, onde um peristilo central ajardinado e com jogos de água o tornam único.
Contactos

Morada:
Conímbriga Condeixa-a-Nova


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Anta Capela de São Brissos

Anta Capela de São Brissos

Arqueologia

Monumento funerário megalítico, adaptado a capela cristã.
Contactos

Morada:
Lugar de São Brissos 7050 Montemor-O-Novo


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Parque Arqueológico do Escoural

Parque Arqueológico do Escoural

Arqueologia

Gruta pré-histórica com vestígios de pinturas e gravuras do Paleolítico. Ocupações do Paleolítico e do Neolítico. A ocupação humana do local sucedeu-se, existindo no cerro que se sobrepõe à gruta um santuário rupestre ao ar livre do Neolítico final e um povoado fortificado da Idade do Cobre. Nas proximidades existe um tholos, sepulcro megalítico de falsa cúpula.
Contactos

Morada:
Herdade da Sala - Lugar da Fonte Nova 7050 Montemor-O-Novo


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Páginas

Pesquisa avançada
Planeamento Veja os favoritos que selecionou e crie o seu Plano de Viagem ou a sua Brochura.
Esqueceu a sua password?
Faça login através de redes sociais
*Aguarde por favor. *As instruções de recuperação de password serão enviadas para o seu e-mail. *E-mail não enviado. Tente novamente.
Faça login através de redes sociais

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação e não guarda dados identificativos dos utilizadores.
Poderá desativar esta função na configuração do seu browser. Para saber mais, consulte os Termos de Utilização

close