www.visitportugal.com

Live Chat

Lisboa num dia

Ponte 25 de Abril
Foto: Turismo de Lisboa
Foto: Turismo de Lisboa

Não deixe de…
  • andar de elétrico
  • provar um pastel de Belém

Num dia, podemos conhecer os principais pontos da capital portuguesa - museus, monumentos e vistas de encher o olho.

Primeiro, apreciamos de cima. Das muralhas do Castelo de São Jorge, avista-se toda a cidade, as colinas, o Tejo, os telhados. Lisboa revela-se pacífica, a partir do topo deste reduto conquistado aos mouros pelo primeiro rei português em 1147.

Descendo a encosta a pé, apanhamos o elétrico 28 no miradouro das Portas do Sol, passando (e parando) na , de traçado românico, situada onde em tempos houve uma mesquita. Para além da igreja, pode-se visitar o Museu do Tesouro e os claustros. Retomando o caminho do 28, chega-se à Baixa que se pode conhecer a pé, subindo em direção ao Chiado. É altura de aproveitar para almoçar. Numa esplanada ou num restaurante mais requintado, a oferta é muita e variada.

De tarde, seguimos o sol, sempre para oeste. Reservamos algum tempo para ver o Museu Nacional de Arte Antiga, um dos mais importantes do país, com uma notável coleção de escultura, ourivesaria e pintura portuguesa e europeia dos séculos XIV a XIX – de que se destacam os Painéis de São Vicente. A rota dos museus prossegue já em Belém, no Museu dos Coches, para ver uma coleção única no mundo, que inclui viaturas utilizadas pela corte portuguesa e pelas cortes europeias.

Segue-se o imponente Mosteiro dos Jerónimos. Classificado Património da Humanidade desde 1983 é um verdadeiro livro de pedra sobre o período de ouro da História de Portugal. Depois de apreciar minuciosamente o portal sul, vale a pena visitar os claustros e a igreja, onde estão sepultados Luís de Camões e Vasco da Gama.

No limite ocidental da Praça do Império, um imponente edifício moderno chama a atenção. Trata-se do Centro Cultural de Belém, presença forte no panorama cultural da cidade com um programa interessante de espetáculos. Aí está instalado o Museu Berardo e a sua coleção de arte contemporânea.

Terminando o dia, já com o sol rasante, vamos até à Torre de Belém, a fortaleza erguida no século XVI com o intuito de defender a entrada do Tejo dos ataques por via marítima – ainda que os elaborados adornos a façam parecer mais um manual de estilo manuelino do que uma estrutura militar.

O passeio pode terminar em Belém ou, voltando ao centro histórico, no Bairro Alto, um dos locais mais animados da cidade com uma boa oferta de restaurantes, bares e discotecas.


Pesquisa avançada
Planeamento Veja os favoritos que selecionou e crie o seu Plano de Viagem ou a sua Brochura.
Esqueceu a sua password?
Faça login através de redes sociais
*Aguarde por favor. *As instruções de recuperação de password serão enviadas para o seu e-mail. *E-mail não enviado. Tente novamente.
Faça login através de redes sociais

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação e não guarda dados identificativos dos utilizadores.
Poderá desativar esta função na configuração do seu browser. Para saber mais, consulte os Termos de Utilização

close