www.visitportugal.com

Lisboa Região

Numa cidade que foi recebendo muitas e diferentes culturas vindas de longínquas paragens ao longo do tempo, ainda hoje se sente um respirar de aldeia em cada bairro histórico. Podemos percorrer a quadrícula de ruas da Baixa pombalina que se abre ao Tejo na Praça do Comércio e, seguindo o rio, conhecer alguns dos lugares mais bonitos da cidade: a zona monumental de Belém com monumentos do Património Mundial, bairros medievais, e também zonas de lazer mais recentes ou contemporâneas, como o Parque das Nações ou as Docas.

Continuando junto à foz do rio vamos perceber porque se diz que Lisboa é o centro dum vasto resort. Pela estrada marginal vamos conhecer praias e estâncias balneares que combinam villas e hotéis do início do séc. XX com marinas, esplanadas e modernos equipamentos desportivos, com particular destaque para o golfe e a náutica de recreio. Seguindo a costa vamos encontrar spots de surf de renome mundial, mas também os palácios espalhados pela paisagem cultural de Sintra, Património Mundial.

Tanto a norte como o a sul da capital, a grande variedade de paisagens e património fica sempre a curta distância. Com praias, parques naturais, percursos culturais e alojamento para todos os gostos, é difícil escapar à região de Lisboa numa visita a Portugal.

O fado é mais uma expressão portuguesa também elevada a Património Mundial. Por isso, jantar numa casa de fados será outra experiência a não perder. E depois ainda nos juntamos em animados bares e discotecas, onde festejamos com um copo a chegada de quem nos visita.

Galeria Videos: 

Codigo Interno: 

N1003

Imagem destaque: 

Ponte 25 Abril

Imagem pesquisa: 

Lisboa

Tab Genérica: 

Nome da Tab: 

Saiba mais

Descrição do Conteúdo: 

Turismo de Lisboa - Visitors & Convention Bureau Tel. +351 21 031 27 00 / Fax. +351 21 031 28 99 E-mail atl@visitlisboa.com Website http://www.visitlisboa.comFacebook www.facebook.com/visitlisboa Youtube www.youtube.com/visitlisboa  Pinterest http://pinterest.com/visitlisboa

Detalhes de Região / Localidade: 

Lisboa Região

Coordenada X: 

-8.90

Coordenada Y: 

38.70

Zoom Mapa: 

7

Lisboa - Um Mundo a Explorar

Lisboa - Um Mundo a Explorar

Brochuras



Idioma

Urban Sketchers – 6 dias de surf

O Surf foi o tema que inspirou mais uma viagem da Sketch Tour Portugal ao longo da costa, aproveitando a oportunidade da realização do Rip Curl Pro, uma das provas mais importantes no calendário internacional da modalidade. Muitas praias, ondas diferentes, vilas e aldeias piscatórias foram uma grande inspiração para o sketcher português João Catarino e para a americana Suhita Shirodkar.

Começaram em Carcavelos, um dos lugares mais emblemáticos na história do surf em Portugal, seguiram para a Ericeira, Peniche, onde se realizou o campeonato, e Nazaré, a norte de Lisboa. Continuaram pela costa alentejana, passando pela Comporta, Praia de São TorpesPorto CovoVila Nova de Milfontes. Para terminar, regressaram a Lisboa, onde ainda houve tempo para conhecer a cidade.

Aos desafios dos surfistas, juntou-se o desafio dos sketchers em conseguir desenhar o mar e captar a adrenalina que se vive no surf.

Forte de São Julião da Barra, Praia de Carcavelos
Suhita Shirodkar - Carcavelos

© Suhita Shirodkar

Ericeira
A norte de Lisboa, o percurso ao longo da costa é um dos passeios mais apreciados para quem visita Portugal, com paragem obrigatória na Ericeira, uma vila de pescadores que é também um dos principais spots de surf. Esta parte da costa, que inclui 8 km de praias e uma grande diversidade de ondas foi já considerada a 1ª reserva de surf da Europa e a 2ª do mundo.

João Catarino - Praia dos Coxos
Praia dos Coxos, Ericeira © João Catarino

Suhita Shirodkar - Ericeira
Praia do Sul, Ericeira © Suhita Shirodkar

Peniche
As ondas desta costa oeste são muito procuradas por surfistas e bodyboarders de todo o mundo, com especial destaque para a conhecida praia Supertubos, devido às suas grandes ondas de forma tubular. Juntamente com a Praia do Lagido, é palco do grande campeonato mundial de surf Rip Curl Pro Portugal, uma prova que integra o World Surf League Tour.

João Catarino - Praia do Baleal, Peniche
Praia do Baleal, Peniche © João Catarino

João Catarino - Praia Supertubos, Peniche
Praia Supertubos, Peniche © João Catarino

Suhita Shirodkar - Peniche
Barcos, Peniche © Suhita Shirodkar

Nazaré
O areal da praia da Nazaré, que é igualmente a frente de mar da cidade, é conhecido pela sua extensão e por ser um dos locais onde os tradicionais ofícios da pesca ainda persistem. Ganhou recentemente projeção internacional com o Canhão da Nazaré, um fenómeno geológico da costa que provoca ondas de grande dimensão. Foi onde Garrett McNamara bateu o record de ondas gigantes ao surfar uma onda de 30 metros, que todos os anos muitos surfistas tentam ultrapassar.

Suhita Shirodkar - Nazaré
Nazaré © Suhita Shirodkar

Suhita Shirodkar - Nazaré
Pescadores, Nazaré © Suhita Shirodkar

João Catarino - Nazaré
Nazaré © João Catarino

Ao longo da Costa Alentejana
O litoral do Alentejo surpreende por ser uma área de natureza preservada, com pequenos paraísos de sol e praia, gente amável e boa gastronomia, a que se junta uma grande variedade de praias com condições de excelência para fazer surf. É, por isso, uma opção muito apreciada para férias ativas.

João Catarino - Alcácer do Sal
Alcácer do Sal © João Catarino

Suhita Shirodkar - Alcácer do Sal
Alcácer do Sal © Suhita Shirodkar

João Catarino - Praia do Carvalhal
Praia do Carvalhal, Cataventos © João Catarino

Suhita Shirodkar - Praia de São Torpes
Praia de São Torpes, Sines © Suhita Shirodkar

Suhita Shirodkar - Vila Nova de Milfontes
Vila Nova de Milfontes © Suhita Shirodkar

Praia da Costa de Caparica
Suhita Shirodkar - Praia da Costa de Caparica
© Suhita Shirodkar

João Catarino - Costa da Caparica
© João Catarino

Lisboa
No final, ainda houve tempo para fazer uma visita de cidade.
Suhita Shirodkar - Lisboa
© Suhita Shirodkar 


Urban Sketchers em Lisboa

A viagem dos Urban Sketchers por Portugal não podia deixar de passar por Lisboa. Desta vez foram representados pela britânica Lis Watkins e pelo anfitrião português José Louro.

Visitaram os sítios mais importantes da cidade como os bairros históricos da Baixa, Bairro Alto e Belém, e o Parque das Nações, numa zona da cidade recuperada recentemente. Numa experiência certamente diferente do cenário urbano habitual aceitaram o desafio de desenhar durante o Festival NOS Alive, em Algés, um dos mais importantes Festivais de Música realizados em Portugal.

Perto de Lisboa, o Parque Natural de Sintra, a Costa do Estoril, Cascais e o Parque Natural da Arrábida foram a inspiração para desenhar e admirar a diversidade de paisagens que se encontra em Portugal.


Um passeio pelos bairros históricos de Lisboa

BAIXA / CHIADO

Praça Luis de Camões © José Louro 


Bairro Alto © José Louro 


© Lis Watkins
 
Rua Augusta  © Lis Watkins


Praça do Comércio © Lis Watkins

GRAÇA


Senhora do Monte © Lis Watkins

PARQUE DAS NAÇÕES

Estação do Oriente © José Louro


Oceanário © Lis Watkins


Ponte Vasco da Gama © Lis Watkins

BELÉM


MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia © Lis Watkins


Padrão dos Descobrimentos © José Louro 


Torre de Belém © Lis Watkins

Um dia para assistir ao festival NOS Alive, em Algés

© Lis Watkins


© José Louro 

SINTRA


Palácio Nacional de Sintra © José Louro 


Castelo dos Mouros © Lis Watkins


Casa Raul Lino, Azenhas do Mar © José Louro

COSTA DO ESTORIL E CASCAIS

Baía de Cascais © José Louro


Farol da Guia, Cascais © Lis Watkins

PARQUE NATURAL DA ARRÁBIDA

Convento da Arrábida © José Louro 


Convento da Arrábida © Lis Watkins


Setúbal © Lis Watkins


Lisboa vista por... Lis Watkins

Lis Watkins aceitou o convite com entusiasmo pois nunca tinha visitado Lisboa, embora gostasse muito de ver as fotografias de amigos que já tinham estado em Portugal, das ruas, das casas coloridas e dos azulejos. A cidade onde vive no sul de Londres, Croydon, também tem elétricos, tal como Lisboa, e isso foi logo um motivo para pensar que se ia sentir em casa.

A sua técnica original de aguarela em suporte A3 atraiu o interesse de muitos curiosos enquanto desenhava. Na altura de preparar a viagem, fez questão em reforçar a paleta de aguarelas com amarelos claros e azuis fortes, para conseguir captar melhor a luz e o ambiente únicos de Lisboa.

Ficou surpreendida com a variedade de paisagens, tão perto de Lisboa. No entanto, se tivesse de escolher um ponto alto da visita, seria Sintra, de que nunca tinha ouvido falar, um sítio com uma envolvência especial e uma paisagem incrível.

Bairro Alto

Bairro Alto 


Praça do Comércio

Praça do Comércio 


Rua Augusta  

Rua Augusta

Graça 

Graça 


Belém – Mosteiro dos Jerónimos 

Mosteiro dos Jerónimos 

Torre de Belém

Torre de Belém

Belém – MAAT 

MAAT 


Parque das Nações - Oceanário 

Oceanário 


Parque das Nações – Ponte Vasco da Gama 

Ponte Vasco da Gama 


NOS Alive, Algés 

NOS Alive

Cascais
 
Cascais 

Azenhas do Mar 

Azenhas do Mar 


Sintra 

Sintra 


Seteais 

Seteais


Castelo dos Mouros

 Castelo dos Mouros 


Setúbal 

Setúbal 


Convento da Arrábida 

Serra da Arrábida 



Lis Watkins
Lis Watkins é ilustradora. Encontra muita da sua inspiração nas pessoas e nos lugares de South East London e Croydon. Formou-se nas escolas de arte de Brighton e Kingston e tem publicado os seus trabalhos em livros e revistas, sendo atualmente uma das participantes londrinas na comunidade online dos Urbansketchers.org cuja missão é “ver o mundo, um desenho de cada vez”.

Blog: www.lineandwash.blogspot.co.uk
Twitter: @lineandwash


Roteiros Turísticos do Património Mundial III - Lisboa, Sintra, Évora e Elvas

Roteiros Turísticos do Património Mundial III - Lisboa, Sintra, Évora e Elvas

Brochuras

Lisboa, Sintra, Évora e Elvas são cidades históricas que integram os bens culturais do Património da Humanidade reconhecidos pela UNESCO. 

Para conhecer o valor excecional destas cidades e dos seus monumentos e, ao mesmo tempo, descobrir as tradições e os lugares em que estão inseridos, sugerimos os Roteiros Turísticos do Património Mundial onde estão disponíveis vários itinerários temáticos.



Idioma

Web Summit Lisboa

De 5 a 8 de novembro, Lisboa recebe mais uma edição da Web Summit. É uma excelente oportunidade para acompanhar as últimas tendências do mundo da tecnologia... e também para conhecer a cidade.

A não perder, em Lisboa
A verdade é que Lisboa dá vontade de explorar e descobrir. É segura e amigável, fácil de visitar, mas com muito para ver. É ideal para passar uns dias e um bom ponto de partida para viajar pelo país. É antiga, é moderna e é, sem dúvida, surpreendente.

Comece pela Baixa, o coração da cidade, com a monumental Praça do Comércio, que se abre ao rio Tejo. Para uma vista aérea, o melhor é subir aos bairros históricos de Alfama e do Castelo de São Jorge ou a um dos miradouros nas outras colinas desta cidade, como São Pedro de Alcântara, a Graça ou Santa Catarina.




Para visitar a cidade, nada como um passeio de elétrico, mas há outras formas: de segway, num tuk tuk, num autocarro hop-on-hop-off ou mesmo de barco, para ver Lisboa do rio. Repare nas pinturas de arte urbana nas fachadas ou em pormenores de rua e descubra uma verdadeira galeria a céu aberto.

Fado Vadio, Escadinhas de São Cristovão

Depois do centro histórico, é obrigatório visitar Belém, o bairro dos descobrimentos e dos navegadores portugueses do séc. XVI, onde está a Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerónimos, ambos Património Mundial, mas também o original Museu dos Coches e o contemporâneo Museu Berardo no Centro Cultural de Belém. Não deixe de provar um dos famosos pastéis de nata e já que estamos em Novembro, vai ser difícil resistir às castanhas assadas que se vendem na rua.

Entre os diversos museus de Lisboa merecem ainda referência o Museu Nacional de Arte Antiga, o Museu Nacional do Azulejo e o Museu Calouste Gulbenkian, onde se guardam alguns tesouros da arte portuguesa e mundial.

Deixe o Bairro Alto e o Chiado para o final da tarde. À noite, a diversidade de bares e restaurantes torna-os pontos garantidos de animação, assim como o Cais do Sodré, mais próximo do rio. Para um jantar diferente, experimente uma casa de fado e oiça a canção portuguesa que foi elevada a Património Mundial.

Parque das Nações

O Web Summit realiza-se no Parque das Nações, um bairro que é um caso de sucesso na revitalização de uma zona industrial, com uma localização privilegiada à beira rio. Vale a pena visitar o Oceanário, onde se representam os oceanos do nosso planeta, apreciar os exemplos de arquitetura contemporânea que aí se encontram e os espaços de lazer à beira rio.

Nas proximidades
Uma visita a Lisboa também pode incluir uma ida à praia, seja na Costa da Caparica, na costa do Estoril e de Cascais ou, um pouco mais a norte, na vila piscatória da Ericeira. Portugal tem, em média, 300 dias de sol por ano e um clima geralmente ameno. Mesmo em dias de chuva é sempre possível ver o céu azul e em novembro o tempo é bastante agradável, com boas possibilidades de poder apreciar uns passeios à beira mar.



O clima e uma costa com boas ondas tornam Portugal um dos locais mais atrativos para fazer surf, apreciado por surfistas de todo o mundo e a prova são as várias competições amadoras e profissionais que se realizam no início do Outono. E porque não aproveitar para ter umas aulas de surf?

Com tanto para ver em Lisboa, não perca tempo e prepare já a sua viagem.


Caminho Português de Santiago - Caminho Central

O mais percorrido Caminho Português de Santiago é o Caminho Central, que passa por Lisboa, Coimbra e o Porto. Está totalmente assinalado desde Lisboa com as inconfundíveis setas amarelas que marcam os Caminhos de Santiago e, por vezes, com uma vieira amarela sobre fundo azul, o símbolo oficial.

Mas em Portugal existem vários Caminhos de Santiago, sempre de sul para norte, já que Santiago de Compostela fica na Galiza, a 120 km da fronteira de Valença, ao norte de Portugal.

A sul de Lisboa o Caminho não está ainda sistematicamente assinalado, mas sabe-se que também era percorrido na Idade Média pelos peregrinos, nomeadamente desde o Cabo de S. Vicente até Santiago do Cacém, num troço que hoje é conhecido como o Caminho Histórico da Rota Vicentina. A Rota Vicentina faz parte da Grande Rota GR11/E9 que passa por Lisboa.

O Caminho Central passa pelas seguintes localidades (distâncias aproximadas):

DE LISBOA A SANTARÉM

1. Lisboa > Alhandra, 33km
Lisboa > Sacavém > Alpriate>Póvoa de Santa Iria > Alverca > Alhandra  

2. Alhandra > Azambuja, 24km
Alhandra > Vila Franca de Xira > Carregado > Vila Nova da Rainha > Azambuja 

3. Azambuja > Santarém, 32km
Azambuja > Aeródromo > Reguengo > Valada > Porto de Muge > Omnias > Santarém 


DE SANTARÉM A TOMAR

4. Santarém > Golegã, 30,5 Km
Santarém > Vale Figueira > Pombalinho > Azinhaga (terra natal de José Saramago, Prémio Nobel da Literatura em 1998) > Golegã

5. Golegã > Tomar, 22km
Golegã > S. Caetano (Quinta da Cardiga) > Vila Nova da Barquinha > Atalaia  > Grou > Asseiceira > Santa Cita > Tomar

DE TOMAR A COIMBRA

6. Tomar > Alvaiázere, 32 km
Tomar > Ponte de Peniche > Casais > Soianda > Calvinos > Ponte de Ceras > Tojal > Cortiça > Feteiras > Alvaiázere

7. Alvaiázere > Rabaçal, 33km
Alvaiázere > Laranjeiras > Venda do Negro > Casal Soeiro > Ansião > Netos > Venda do Brasil > Santiago da Guarda > Alvorge > Ribeira Alcalamouque > Rabaçal

8. Rabaçal > Coimbra, 32km
Rabaçal > Zambujal > Fonte Coberta > Poço > Conímbriga > Orelhudo > Cernache >Palheira > Cruz de Marouços > Coimbra 


DE COIMBRA AO PORTO

9. Coimbra > Mealhada, 23km
Coimbra > Adémia de Baixo > Trouxemil >  Adões> Sargento Mor > Santa Luzia > Lendiosa > Mealhada 

10. Mealhada > Águeda, 31km 
Mealhada > Sernadelo > Alpalhão > Aguim > Anadia > Arcos > Avelãs de Caminho > Aguada de Baixo > Águeda

11. Águeda > Albergaria-a-Velha, 19,5km
Águeda > Mourisca do Vouga > Serém de Cima > Albergaria-a-Velha 

12. Albergaria-a-Velha > Oliveira de Azeméis, 23km
Albergaria-a-Velha >  Albergaria-a-Nova > Pinheiro da Bemposta > Bemposta > Oliveira de Azeméis 

13. Oliveira de Azeméis > Grijó, 33,5 Km
Oliveira de Azeméis > Santiago de Riba-Ul > Cucujães > S. João da Madeira > Malaposta > Lourosa > Moselos > Grijó 

14. Grijó > Porto 23,5km
Grijó > Perosinho > Vila Nova de Gaia > Porto


DO PORTO A VALENÇA

15. Porto > São Pedro de Rates, 37 km 
Porto > Araújo > Maia > Vilar do Pinheiro > Mosteiró > Vilarinho > Ponte de Ave > São Miguel dos Arcos > São Pedro de Rates 

16. São Pedro de Rates > Barcelos, 17km
São Pedro de Rates > Pedra Furada/Goios > Pereira > Barcelinhos > Barcelos 

17. Barcelos > Ponte de Lima, 34km 
Barcelos > Vila Boa > São Pedro de Fins/Tamel > Ponte das Táboas > Outeiro > Grajal > Reborido > Vitorino dos Piães > Anta > Pedrosa > Ponte da Senhora das Neves > Ponte de Lima 

18. Ponte de Lima > Rubiães, 22Km 
Ponte de Lima > Arcozelo > Ponte da Geira > Ponte do Arco > Alto da Portela/Labruja > São Roque > Rubiães 

19. Rubiães > Valença, 17km 
Rubiães > São Bento da Porta Aberta > Gontomil > Fontoura > Paços > Pedreira > Tuído > Arão > Valença  

 


Simply Transfer & Tour

Simply Transfer & Tour

Circuitos e Serviços de Turismo

Somos uma empresa especializada no serviço de Transferes, Tours e motorista privado, que atua na área do Turismo em Portugal Continental e Europa.

Com um atendimento de excelência e personalizado, cada cliente pode ver os nossos veículos como uma extensão da sua vontade e curiosidade de conhecer e explorar todos os locais que desejar.

Dispomos de um conjunto de roteiros predefinidos, mas pode sempre optar por criar o seu, incluir tudo o que quer conhecer, tornando esta experiência única. Trace a sua rota que nós tratamos do restante.

Contactos

Morada:
Rua Casal da Raposa, nº8
1400-050 Lisboa, Portugal
Telefone:
(+351) 216 037 649
Fax:
(+351) 216 037 649


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Sair à noite em Lisboa

Lisboa é uma das capitais europeias que goza de um dos maiores privilégios concedidos à vida urbana: as suas ruas podem ser desfrutadas à noite, com prazer e segurança.

E para quem gosta de agitação, as noites começam cedo e acabam tarde. Onde? De preferência nos bairros históricos e a usufruir da presença constante do rio Tejo. Os finais de tarde numa esplanada, num jardim ou miradouro, são sempre muito apreciados. O Bairro Alto e o Cais do Sodré são os bairros com mais tradição mas novos espaços vão abrindo junto ao rio, dando sempre novo fôlego à noite lisboeta.

Todas as noites são animadas e ao fim-de-semana há mais afluência mas os habitués que gostam de ambientes mais descontraídos começam a sair à noite à 5ª feira.

Bairro Alto
A noite começa no Bairro Alto. Pode ser numa das animadas esplanadas do Largo do Camões e do Chiado ou a ver o pôr-do-sol com vista sobre a cidade, no Miradouro de São Pedro de Alcântara, ou com o rio ao fundo, no de Santa Catarina. Depois é seguir por uma das ruas estreitas do bairro, onde também se encontram lojas trendy abertas até tarde, e escolher um restaurante para jantar. A escolha é variada e uma casa de fados pode ser uma boa opção. Mas não fica por aqui. Com uma frequência muito heterogénea, a grande diversidade de bares e a animação de rua do Bairro Alto são um bom início para quem gosta de viver a noite.
Subindo o Bairro Alto, a norte entramos no Príncipe Real. Esta zona residencial, também conhecida pelas lojas de antiguidades e de design, tem alguns bares já com muitos anos de presença na noite lisboeta e é um ponto de encontro muito apreciado pela comunidade gay.



Cais do Sodré
Para continuar a noite e dançar, o Cais do Sodré é uma das opções mais concorridas do momento. Esta zona de bares com nomes de capitais do norte da europa e de países longínquos que há décadas divertia os marinheiros que chegavam ao porto de Lisboa é agora uma das mais descontraídas da noite lisboeta, com espaços culturais, restaurantes, bares, clubes e discotecas. A música é muito variada, ouve-se reggae, música africana, new wave, indie e rock gótico, a programação dos clubes é apelativa e o ambiente é eclético. A animação segue pela noite fora até o sol já ir alto, para os que tiverem mais energia.

Terreiro do Paço
Considerada a porta de entrada em Lisboa pelo rio, emblemática pela sua história, simbolismo e dimensão, a Praça do Comércio ou Terreiro do Paço foi até há poucos anos a sede do poder executivo, onde estavam instalados vários ministérios do governo português. Atualmente, nas históricas arcadas mantém-se um dos mais antigos cafés de Lisboa, frequentado pelo poeta Fernando Pessoa, e surgiram várias esplanadas, restaurantes com propostas inovadoras, uma discoteca techno/house minimal e um clube privado, estes nas antigas instalações do Ministério das Finanças.

Santa Apolónia / Jardim do Tabaco
Quem desce pela colina de Alfama encontra, junto ao rio, Santa Apolónia e o Jardim do Tabaco. O nome sempre foi conhecido pela estação de comboios e pelo porto de embarque, onde agora aportam barcos de cruzeiro mas há poucos anos ganhou nova vida. Restaurantes de referência e uma das discotecas mais populares e concorridas da cidade ocupam agora os antigos armazéns que davam apoio ao porto.

Parque das Nações
A vasta zona ribeirinha, na parte oriental da cidade, foi completamente transformada para a acolher a Exposição Universal de 1998, dando agora lugar a um bairro de arquitetura moderna e com muitos espaços comerciais e de lazer. Com passeios junto ao rio, onde se encontram restaurantes e esplanadas para começar a noite, tem outros atrativos como o Teatro Camões, sede da Companhia Nacional de Bailado, o Pavilhão Atlântico, onde se realizam muitos dos concertos da capital, e o Casino de Lisboa, que para além das habituais salas de jogo tem espaços multiculturais com música e exposições.


Photo: LX factory, Alcântara

Santos / 24 Julho / Docas
Antiga zona portuária de Lisboa onde antes havia armazéns antigos e fechados, Santos, a Avenida 24 de Julho e as Docas viveram anos de glória durante a década de 90, com presença habitual na animação noturna da cidade. Frequentada por um público jovem, apreciador de música pop e mainstream, mantem atualmente alguns restaurantes, bares e discotecas de referência.
Nas Docas, a frente rio de esplanadas e restaurantes com vista para a pequena marina e perto da Ponte 25 de Abril, é um espaço também frequentado à hora de almoço e durante a tarde.


Gastronomia de Lisboa

A começar na sardinha assada acabando nos pastéis de Belém, Lisboa tem uma gastronomia tão convidativa como a cidade e a região.
 
A sardinha assada come-se em todo o país, mas em Lisboa tem especial tradição nas festas dos Santos Populares, em junho. Sobretudo no verão, é prato obrigatório num restaurante típico ou esplanada de praia, com pimentos assados, temperada com o excelente azeite português. 

Porém, os barcos que dão cor aos portos de pesca da região - Ericeira, Cascais, Sesimbra ou Setúbal - fornecem muitos outros peixes e mariscos de suculentas caldeiradas, sopas de peixe ou simples peixes grelhados. Como o salmonete de Setúbal e o choco frito. É que em Portugal temos o melhor peixe do mundo! 

Muitas tentações doces só por si justificam a viagem, todas elas nos arredores da capital: as nozes de Cascais no fim da bonita linha da Costa do Estoril; as queijadas e travesseiros de Sintra ou os fofos de Belas na verde Paisagem Cultural de Sintra, pontuada de palácios e classificada Património Mundial pela Unesco; e, logo passando o Tejo para sul, encontramos as tortas de Azeitão. A nossa doçaria não acaba, mas há algo que ninguém pode perder numa visita a Lisboa: na zona monumental de Belém, onde também ficam dois expoentes do Património Mundial, é obrigatório provar os gulosos pastéis de Belém, um ex-libris da doçaria conventual que faz parte da imagem de marca da gastronomia portuguesa.


Páginas

Pesquisa avançada
Planeamento Veja os favoritos que selecionou e crie o seu Plano de Viagem ou a sua Brochura.
Esqueceu a sua password?
Faça login através de redes sociais
*Aguarde por favor. *As instruções de recuperação de password serão enviadas para o seu e-mail. *E-mail não enviado. Tente novamente.
Faça login através de redes sociais

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação e não guarda dados identificativos dos utilizadores.
Poderá desativar esta função na configuração do seu browser. Para saber mais, consulte os Termos de Utilização e Tratamento de Dados Pessoais

close