www.visitportugal.com

Live Chat

Sé Catedral da Guarda

View at the Cathedral of Guarda
Foto: Shutterstock_ milosk50
Sé Catedral da Guarda

Monumentos

Um dos mais interessantes monumentos nacionais.

Embora a Guarda seja sede de bispado desde a sua fundação, quando D. Sancho I pediu ao papa Inocêncio III a transferência da diocese da Egitânia para a nova cidade, o edifício que se vê presentemente no centro da povoação foi construído a partir de 1390 por iniciativa de D. João I, para substituir as antigas Sés que tinham sido erigidas fora das muralhas. A construção foi lenta, terminando apenas em 1517, durante o reinado de D. João III e o bispado de D. Jorge de Melo. 

Normalmente esta catedral é integrada no estilo gótico tardio, com influências manuelinas do estaleiro do Mosteiro da Batalha. A sua sobriedade exterior é acentuada pelas pesadas torres octogonais que lhe conferem o aspecto de igreja-fortaleza, próprio de uma época em que as grandes catedrais portuguesas também representavam uma afirmação de nacionalidade. Essa sobriedade é interrompida pela formosa decoração dos portais – gótica no principal e renascentista no lateral. Aqui trabalharam alguns artistas de grande renome nessa época: Huguet, Diogo de Boitaca, Marcos Pires e Pedro e Filipe Henriques, filhos de Mateus Fernandes.

A planta segue a tipologia medieval, de cruz latina com três naves (a central mais elevada), transepto largo e cabeceira de três capelas comunicantes. No interior, destaque para o grandioso retábulo da capela-mor, talhado em pedra de Ançã. Acompanhando a forma semi-circular da ábside, desenvolve-se em quatro registos hierárquicos onde se representam, no primeiro os Apóstolos, no segundo Moisés, Ezequiel, Elias e Daniel, a Anunciação e a Natividade, no terceiro a Virgem da Assunção, e por último, cenas da Paixão de Cristo – é uma obra de arte renascentista produzida na oficina de João de Ruão, e composta por mais de cem figuras esculpidas. Foi encomendado pelo bispo D. Cristovão de Castro, senhor de Monsanto e alcaide-mor da Covilhã, onde nasceu e morreu. Humanista, foi embaixador de D. Manuel I em Roma, na corte do Papa Alexandre VI, onde conheceu os novos programas artísticos que quis aplicar no seu bispado. 

Contactos

Morada:
Praça Luís de Camões 
6300-725 Guarda
Telefone:
+351 271 212 993

Verão - Junho / Setembro: 10h00 – 13h30 / 15h00 – 18h30;
Inverno – Outubro / Maio: 9h00 - 12h30 / 14h00 – 17h30


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Pesquisa avançada
Planeamento Veja os favoritos que selecionou e crie o seu Plano de Viagem ou a sua Brochura.
Esqueceu a sua password?
Faça login através de redes sociais
*Aguarde por favor. *As instruções de recuperação de password serão enviadas para o seu e-mail. *E-mail não enviado. Tente novamente.
Faça login através de redes sociais

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação e não guarda dados identificativos dos utilizadores.
Poderá desativar esta função na configuração do seu browser. Para saber mais, consulte os Termos de Utilização e Tratamento de Dados Pessoais

close