www.visitportugal.com

Live Chat

Museus e Palácios

Representa POIs do Tipo Museus Palacios

Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso

Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso

Museus e Palácios

Inserido no espaço revalorizado do Convento de S. Gonçalo, este Museu foi fundado em 1947, por Albano Sardoeira para nele reunir materiais da história de Amarante e fazer jus à memória de artistas, escritores e outras figuras amarantinas.

Ao longo dos anos a sua vocação especializou-se e definiu-se como museu de arte moderna e contemporânea portuguesa, reunindo uma assinalável colecção de obras, de onde se destacam os núcleos do naturalista António Carneiro e do percursor da modernidade em Portugal; Amadeo de Souza-Cardoso.

No exterior e num pequeno jardim sobranceiro à margem direita do rio Tâmega, uma estátua de bronze perpetua a memória de outra grande figura que a terra inspirou; o poeta Teixeira de Pascoaes.
Contactos

Morada:
Alameda Teixeira de Pascoais
4600-011 Amarante
Telefone:
+351 255 420 272 / 233
Fax:
+351 255 420 281 / 203


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Centro de Arte Contemporânea Graça Morais

Centro de Arte Contemporânea Graça Morais

Museus e Palácios

Inaugurado em Junho de 2008, o Centro de Arte Contemporânea Graça Morais é um premiado projecto arquitectónico da autoria de Eduardo Souto Moura que nasce da recuperação de um antigo solar setecentista.

A dinâmica deste espaço assenta num programa de exposições temporárias, colectivas e individuais, representativas dos contextos da arte contemporânea nacional e internacional, e da obra da pintora Graça Morais em particular, reforçado ainda por outras iniciativas de âmbito pluridisciplinar.
Contactos

Morada:
Rua Abílio Beça, 105
5300-011 Bragança
Telefone:
+351 373 302 410


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Museu do Ar

Museu do Ar

Museus e Palácios

Percorrendo as salas deste invulgar museu aprendemos a história da aviação militar e civil de Portugal e ficamos a conhecer os portugueses que foram pioneiros da conquista do ar.

Aeronaves, motores, equipamentos de voo, fotografias e cerca de 600 modelos de avião à escala de 1/70 ilustram o sonho mais antigo do Homem: voar. É um espaço ideal para levar os seus filhos a ver réplicas ou exemplares verdadeiros que ainda voam, em tamanho natural, desde o "Demoiselle" XX, de Santos Dumont (1908), que pesava apenas 118 Kg, até ao primeiro avião da Força Aérea Portuguesa a atingir a velocidade do som em voo horizontal.

Fazem parte da colecção do museu exemplares que assinalam, entre outras, três datas importantes na aviação portuguesa:
1922 - O piloto Artur Sacadura Cabral e o navegador Carlos Viegas Gago Coutinho fazem a primeira travessia do Atlântico Sul, de Lisboa ao Rio de Janeiro, onde chegam a bom terma após uma viagem atormentada. Utlizaram para esta façanha dois aviões do modelo Fairey III, o "Lusitânia" e o "Santa Cruz", com que terminaram a viagem. Gago Coutinho viria a morrer no Mar do Norte, em 1924, quando voava de Amsterdam para Lisboa.

1924 - A 7 de Abril, Sarmento de Beires e Brito Pais, a quem se reuniria em Tunes o mecânico Manuel Gouveia, partem para Macau num Breguet XVI, baptizado de "Pátria". A viagem ao longo da Ásia correu com muitos incidentes e o avião teve de ser substituído na Índia pelo "Pátria II". Apanhados por um violento tufão perto de Macau, o frágil avião foi pousar perto de Hong Kong. Mas tinha-se cumprido o feito de ligar Portugal às suas mais remotas possessões orientais.

1934 - A bordo de De Havilland, o "Dilly", Humberto Cruz e o mecânico António Lobato atravessaram a África do Norte, o Médio Oriente, a Índia e o Paquistão, o Sudeste Asiático até Timor, numa notável viagem pioneira ao território português mais distante. Os dois homens percorreram 42.750 Kms, voando 268 horas e 25 minutos.
Contactos

Morada:
Granja do Marquês 2710-021 Sintra
Telefone:
+351 21 967 89 84
Fax:
+351 21 967 89 38


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Museu Virtual Aristides de Sousa Mendes

Museu Virtual Aristides de Sousa Mendes

Museus e Palácios

Dedicado a Aristides de Sousa Mendes, cônsul de Portugal em Bordéus durante a 2ª Guerra Mundial, este Museu Virtual narra o seu acto de desobediência relativamente às orientações do Governo Português, de forma contextualizada. Ignorando de forma consciente as directrizes recebidas, Aristides de Sousa Mendes assinou vistos que permitiram a cerca de 30.000 pessoas de várias nacionalidades, na sua maioria judeus, escapar à perseguição dos Nazis.

A exposição, constituída por documentos, imagens e filmes inéditos pertencentes a Arquivos nacionais e estrangeiros, está subdividida em três corredores que se organizam de forma cronológica e sequencial – Corredor da Guerra, Corredor da Fuga e Corredor da Liberdade. Neste último corredor é dado destaque aos locais de acolhimento dos refugiados em Portugal, que para além de Lisboa e Coimbra eram estâncias balneares ou termais, como Estoril, Sintra, Cascais, Caldas da Rainha, Figueira da Foz, Luso, Buçaco e Curia.

O Museu possui ainda uma Base de Conhecimento em que é possível consultar documentos, fotografias e testemunhos orais de refugiados salvos por Aristides de Sousa Mendes.
Contactos



Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Museu do Vinho

Museu do Vinho

Museus e Palácios

Quem se interessa pela enologia e gostaria de conhecer a história do Vinho da Ilha do Pico, não pode deixar de visitar este museu.

A Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico foi classificada pela UNESCO como Património da Humanidade, em 2004.

O Museu do Vinho é um dos núcleos museológicos do Museu Regional do Pico, que integra ainda o Museu dos Baleeiros na vila de Lajes e o Museu da Indústria Baleeira em São Roque do Pico.
Contactos

Morada:
Rua do Carmo 9950-364 Madalena do Pico
Telefone:
+351 292 622 147
Fax:
+351 292 672 276


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Museu do Douro

Museu do Douro

Museus e Palácios

MENÇÃO HONROSA nos Prémios Turismo de Portugal 2009

O Museu do Douro, situado em Peso da Régua, pela sua natureza de museu de território é o local por excelência de acolhimento e representação da memória, cultura e identidade da região vinhateira - Douro Património da Humanidade.

A sede do Museu resultou da reabilitação da Casa da Companhia Velha, edifício emblemático da história da mais antiga região demarcada e regulamentada do mundo. Conjugando tradição e modernidade é um pólo dinâmico e integrado de acção cultural, onde se encontra uma área de exposições, centro nevrálgico do próprio edifício, o Restaurante «A Companhia», o Arquivo de Biblioteca, a Sala de Leitura e o Wine Bar com vista para o rio Douro.

A poucos metros, outro lugar de «Memória da Terra do Vinho», nome da exposição permanente instalada no antigo Armazém 43. Aqui se apresenta a cultura da Vinha e do Vinho, elemento essencial da identidade da Região, e as condições principais que a definiram: a actividade vinícola, a construção da paisagem, o percurso da produção de vinhos de excelência, o relevo, a fauna e flora, os rabelos, as quintas seculares, o património histórico, a tradição da vindima, os utensílios, e as imagens das grandes marcas de vinho do Porto.
Contactos

Morada:
Rua Marquês do Pombal 5050-286 Peso da Régua
Telefone:
+351 254 310 190
Fax:
+351 254 310 199


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Museu Municipal Hipólito Cabaço

Museu Municipal Hipólito Cabaço

Museus e Palácios

O Museu possui uma vastíssima colecção patrimonial composta por cerca de 40.000 peças, onde se destaca a de arqueologia originária da colecção recolhida pelo patrono Hipólito Cabaço, desde o início do séc. XX até à sua morte.

Embora esta colecção, na sua maioria, diga respeito ao concelho de Alenquer, possui também numerosas peças provenientes de estações arqueológicas de todo o País.
Contactos

Morada:
Rua Maria Milne Carmo, 2   2580-319 Alenquer
Telefone:
+351 263 730 906
Fax:
+351 263 711 504


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Museu do Solar do Queijo

Museu do Solar do Queijo

Museus e Palácios

Datando da segunda metade do Séc. XVIII, e conhecido como a Catedral do Queijo Serra da Estrela, o Solar do Queijo Serra da Estrela, por si só, merece uma visita. O visitante pode comprar e levar para casa, ou simplesmente degustar, com a garantia de qualidade, o tão afamado queijo, ex-libris da região, para além de outras deliciosas iguarias da nossa gastronomia.

No Solar pode admirar os artefactos utilizados no fabrico artesanal, desde a ordenha até chegar à mesa do apreciador/consumidor.
Contactos

Morada:
Largo de Santa Maria 6360 Celorico da Beira
Telefone:
+351 271 747 473
Fax:
+351 271 747 409


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Museu Nacional do Teatro

Museu Nacional do Teatro

Museus e Palácios

Este museu está instalado num pequeno palácio de veraneio do séc. XVIII, que concilia na perfeição o exterior oitocentista com o interior organizado em amplas salas museológicas. Envolve o edifício um belo parque, que os seus proprietários oitocentistas, Marqueses de Angeja, transformaram num dos mais belos jardins botânicos de Lisboa.

Quem visita este espaço encontra um ambiente cheio de emoções. No interior do museu, experimenta a magia sempre presente no teatro ao olhar para as maquetas de cenários, figurinos, guarda-roupa, adereços de cena, caricaturas e fotografias dos protagonistas do palco, teatrinhos de papel e de brincar dos séculos XIX a XX, e milhares de fotografias. No exterior, pode usufruir dos encantos da vegetação passeando no parque e visitando o Jardim das Esculturas.

Entre os núcleos mais importantes destaca-se a homenagem aos grandes actores e actrizes portugueses que dedicaram a sua vida ao teatro e ar espectáculo, como Eduardo Brasão e a Companhia Rosas e Brasão (1880-1898), Amélia Rey Colaço e a Companhia Rey Colaço Robles Monteiro, a actriz Virgínia, Amália Rodrigues, Vasco e Henrique Santana.

Uma biblioteca com cerca de 30.000 volumes, é a mais vasta e completa existente em Portugal dedicada exclusivamente às artes do espectáculo.
Contactos

Morada:
Estrada do Lumiar, 10 - 12 1600-495 Lisboa
Telefone:
+351 21 756 74 10 / 19
Fax:
+351 21 757 57 14


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Museu de Lanifícios da Universidade da Beira Interior

Museu de Lanifícios da Universidade da Beira Interior

Museus e Palácios

O Museu de Lanifícios da Universidade da Beira Interior é constituído pelos núcleos da Real Fábrica de Panos, da Real Fábrica Veiga e das Râmolas de Sol.

O Núcleo da Real Fábrica de Panos, assim como a Universidade da Beira Interior a que pertence, está instalado num dos edifícios mais imponentes da cidade. Era a antiga Real Fábrica de Panos.

O edifício foi mandado construir em 1769 durante o reinado de D. José I, cujo brasão de armas podemos ver na fachada. Uma parte das instalações tintureiras, onde ainda se podem ver as fornalhas e os poços cilíndricos para tingir as lãs, foi o espaço escolhido para ilustrar de forma genuína a história dos lanifícios na Covilhã.

A exposição está organizada em três núcleos: a Tinturaria Pombalina da Real Fábrica de Panos, os lanifícios da Região da Covilhã nos séculos XIX e XX e Os Panos de Lã.

O Museu de Lanifícios é um ponto de visita obrigatório para o conhecimento profundo da importância desta indústria na cidade e da sua repercussão no modo de vida local.
Contactos

Morada:
Rua Marquês d´Ávila e Bolama   6200-001 Covilhã
Telefone:
+351 275 319 724 - 275 329 257
Fax:
+351 275 319 712
E-mail:


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Páginas

Pesquisa avançada
Planeamento Veja os favoritos que selecionou e crie o seu Plano de Viagem ou a sua Brochura.
Esqueceu a sua password?
Faça login através de redes sociais
*Aguarde por favor. *As instruções de recuperação de password serão enviadas para o seu e-mail. *E-mail não enviado. Tente novamente.
Faça login através de redes sociais

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação e não guarda dados identificativos dos utilizadores.
Poderá desativar esta função na configuração do seu browser. Para saber mais, consulte os Termos de Utilização

close