www.visitportugal.com

Santarém

Galeria Videos: 

Tab Genérica: 

Coordenada X: 

-8.68

Coordenada Y: 

39.24

Igreja de Santa Clara - Santarém

Igreja de Santa Clara - Santarém

Monumentos

A Igreja de Santa Clara está situada num dos termos de Santarém, numa zona que ficava fora das muralhas. É um templo do século XIII, mandado construir por D. Afonso III (1248-1279) para a sua filha D. Leonor Afonso, que aí professou.

No século passado, durante os anos 40, sofreu um polémico restauro que a despojou completamente de todos os elementos decorativos, perdendo-se para sempre um pouco da história artística e da evolução espacial do templo durante várias gerações. No entanto, recuperou a austeridade das regras da Ordem de Santa Clara. De notar que não existe porta na fachada da igreja, cujo acesso é apenas possível pela porta lateral. Esta particularidade deve-se ao facto de ser uma ordem de clausura sem contacto com a população.

Na arquitectura, segue os cânones do gótico mendicante: três longas naves de oito tramos, transepto saliente e cabeceira com cinco capelas adjacentes. No topo Norte a grande rosácea gótica, que ajuda a iluminar o interior, é sobrepujada por um escudo com as armas reais. As antigas dependências conventuais foram completamente destruídas.

No interior merece referência o túmulo de D. Leonor Afonso, do séc. XIV, de execução rigorosa. Nas faces da arca vêem-se representadas cenas da Anunciação e da Estigmatização de São Francisco, figuras de freires franciscanos e de monjas clarissas.

Contactos

Morada:
Av. Gago Coutinho e Sacadura Cabral 
2005-021 Santarém


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Igreja de Almoster

Igreja de Almoster

Monumentos

Igreja gótica do séc. XIII, sofreu alterações no séc. XVIII em estilo barroco.
Contactos

Morada:
2005-111 Almoster


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Igreja de Santa Maria de Marvila - Santarém

Igreja de Santa Maria de Marvila - Santarém

Monumentos

Localizada no centro histórico, esta igreja pertence a uma das mais antigas paróquias da cidade, tendo assumido um importante papel religioso durante a Idade Média.

Quando conquistou a cidade em 1147, o primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriques, deixou que os Templários aqui fundassem uma igreja. Assim o fizeram com rendas dadas pelo bispo de Lisboa, D. Gilberto, em 1149.

Posteriormente, no séc. XVI, D. Manuel reconstruiu e enriqueceu esta igreja alterando-lhe a estrutura e a decoração. Dessa obra, destacam-se o portal, o arco triunfal de acesso ao altar-mor e a belíssima abóbada de nervuras na cabeceira. De notar ainda nos apontamentos reais que se vão encontrando e que fazem parte do nosso imaginário manuelino: a esfera armilar, a cruz de cristo, as flores de lis e as armas heráldicas. Em 1573, reuniu aqui o capítulo geral da Ordem de Cristo, dirigido pelo rei D. Sebastião.

Ao entrar na igreja, o seu interior impressiona pelas dimensões e pelo facto de estar completamente revestida de painéis azulejares. É uma verdadeira escola do azulejo, onde se podem admirar as variantes desta arte decorativa durante o séc. XVII.
Contactos

Morada:
Largo de Marvila  2000-090 Santarém
Telefone:
+351 243 325 552


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Igreja do Hospital de Jesus Cristo - Santarém

Igreja do Hospital de Jesus Cristo - Santarém

Monumentos

A Igreja do Hospital de Jesus Cristo foi construída entre 1592 e 1694 para albergar uma confraria da Ordem Terceira de São Francisco. Teve como mecenas o arcebispo D. Miguel de Castro.

Esta obra é particular de uma expressão artística periférica, lenta na interiorização das inovações artísticas do gosto barroco, que já se faziam sentir no resto da Europa. A fachada é austera e sóbria, de acordo com o programa decorativo do «estilo chão» português, marcada por três registos animados simetricamente por janelas e duas torres laterais no topo.

No interior, referência para o retábulo de mármore seiscentista na capela-mor, vindo da Capela de D. Gil Eanes na Igreja da Graça, e para as telas maneiristas expostas num altar do lado do Evangelho (lado esquerdo da igreja), trazidas da Igreja de Santa Clara durante o seu restauro em meados do séc. XX.
Contactos

Morada:
Largo Cândido dos Reis  2000-241 Santarém


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Igreja de Santo Estevão ou do Santíssimo Milagre

Igreja de Santo Estevão ou do Santíssimo Milagre

Monumentos

Embora a sagração da Igreja de Santo Estevão remonte ao séc. XIII, actualmente encontramos um edifício do séc. XVI, de fachada muito simples, com interessantes apontamentos renascentistas no seu interior.

Do estilo renascentista permaneceu a ampla divisão do espaço em quatro arcadas e alguns detalhes arquitectónicos e decorativos, utilizados nos arcos que ligam o corpo da igreja ao transepto e à capela-mor. De notar, os medalhões com personagens em alto relevo, e os grotescos esculpidos nas colunas (figuras fantásticas de pedra que nos transportam para um imaginário clássico «ao romano»). De referir ainda as figuras renascentistas de São Pedro e São Paulo, colocados em nichos antecedendo o arco triunfal.

O conjunto é um trabalho de grande elegância e qualidade que justifica a presença desta pequena igreja nos roteiros do Renascimento santareno.

Este templo é também conhecido por Igreja do Santíssimo Milagre, nome ligado a um episódio religioso de grande devoção popular.
Contactos

Morada:
Largo do Milagre  2000-069 Santarém


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Catedral de Santarém – Igreja de Nossa Senhora da Conceição

Catedral de Santarém – Igreja de Nossa Senhora da Conceição

Monumentos

Hoje sede da Diocese de Santarém, a igreja catedral de Nossa Senhora da Conceição ocupa o espaço que fora parte do  antigo Seminário Patriarcal. Este, por sua vez sucedeu no tempo e no espaço ao Colégio da Companhia de Jesus instalado sob as ruínas do paço real de Santarém. Foi doado à Companhia de Jesus em 1647 por D. João IV, com o objetivo de aí ser instalado um colégio com uma igreja dedicada a Nossa Senhora da Conceição.

O edifício, financiado por D. Duarte da Costa, jesuíta e armeiro-mor, foi construído pelo arquiteto Mateus do Couto, mestre de obras preferido pelas ordens militares. O seu trabalho reflete-se na fachada maneirista, dividida em 5 corpos com um ritmo bem marcado pela disposição das janelas e dos elementos decorativos (nichos abrigando os santos eleitos da Companhia de Jesus e no topo a padroeira da igreja). No topo, um frontão onde as torres sineiras marcam pela ausência, substituídas por duas grandes volutas e pináculos.

No interior, o barroco impõe-se na aplicação dos mármores ornamentais, na conjunção perfeita da talha dourada em quatro dos oito altares laterais e nas pinturas dos tetos da nave e capela-mor, este último com a aplicação perfeita do tratado de Andrea del Pozzo. Destaque para os embutidos pétreos da capela-mor, datados de 1713, característicos do ciclo artístico do tempo de D. João V (1706-1750). São da autoria do arquiteto Carlos Baptista Garvo, seguidor da escola escultórica do Convento de Mafra, e enquadram duas belíssimas esculturas em mármore, representando Santo Inácio de Loiola e São Francisco Xavier, obra do escultor paduano João António Bellini. O mesmo autor executa, em 1740, o altar de Nossa Senhora da Boa Morte. A solução decorativa aqui apresentada é reveladora da sumptuosidade do estilo barroco em prol de uma linguagem iconográfica própria da Companhia de Jesus.

Contactos

Morada:
Praça Sá da Bandeira
2000-135 Santarém
Telefone:
+351 243 304 060


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Capela de Nossa Senhora do Monte - Santarém

Capela de Nossa Senhora do Monte - Santarém

Monumentos

Igreja gótica do séc. XV, sofreu alterações no séc. XVII em estilo maneirista.
Contactos

Morada:
Rua do Monte - Salvador


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Convento de São Francisco - Santarém

Convento de São Francisco - Santarém

Monumentos

O convento de São Francisco foi fundado pelo rei D. Sancho II, em 1242. Tal como aconteceu com o seu congénere Convento de Santa Clara, a construção seguiu as orientações arquitectónicas do estilo gótico mendicante: austeridade decorativa, interior amplo de três naves, transepto saliente e cabeceira com cinco capelas adjacentes (formando uma planta em cruz).

No século XIV, o rei D. Fernando enriqueceu bastante o convento, acrescentou um baixo-coro ao interior da igreja e ordenou a construção de um claustro de grandes proporções. Uma das razões de tal iniciativa foi a vontade do rei em ser aqui sepultado. Actualmente o seu túmulo encontra-se no Museu Arqueológico do Carmo, em Lisboa.

Na fachada existiu um alpendre no séc. XV, onde se realizou em 1477 a cerimónia de juramento do D. João II como futuro rei de Portugal, episódio que reforça a importância do monumento na história da cidade.

De referir ainda algumas intervenções feitas ao longo dos séculos: em estilo manuelino (no claustro), renascentista (a Capela das Almas) e maneirista (capela sepulcral dos Menezes). Em 1844, foi transformado em quartel do Regimento de Cavalaria de Santarém. Desde 1999, obras de conservação e restauro tentam recuperar a monumentalidade do edifício, facto que ainda hoje impede a sua visita.

Contactos

Morada:
Rua 31 de Janeiro 
2005-188 Santarém


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Igreja de Nossa Senhora da Piedade - Santarém

Igreja de Nossa Senhora da Piedade - Santarém

Monumentos

A Igreja dedicada a Nossa Senhora da Piedade foi construída entre 1664 e 1677, em comemoração da Batalha de Santa Vitória do Ameixial, entre Portugal e Espanha (episódio histórico da Guerra da Restauração da monarquia portuguesa). O templo, cuja edificação foi patrocinada pelo rei D. Afonso VI (1656-1668), acolheu a Ordem religiosa dos Agostinhos Descalços.

O traçado, em estilo maneirista, pertenceu a João Nunes Tinoco, um arquitecto de Lisboa. Uma das características mais peculiares do seu trabalho, aqui presente, é a planta centralizada, em cruz grega. Destaque para a cúpula octogonal, da autoria de Jácome Mendes, datada de 1721. A decoração interior é barroca.
Contactos

Morada:
Praça Sá da Bandeira (Largo do Seminário) 2000-135 Santarém


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Igreja da Misericórdia de Santarém

Igreja da Misericórdia de Santarém

Monumentos

A Misericórdia foi instituída em Santarém em 1502, por Frei Martinho de Molina, sediada então no Hospital de Jesus Cristo. Só em 1559 é que a rainha regente D. Catarina, em nome do seu neto D. Sebastião, ordenou a construção de um templo para a Misericórdia, escolhendo a Nossa Senhora da Visitação como padroeira.

A Igreja vale a visita pelo seu interior tardo-renascentista, bastante diferente do estilo barroco da fachada, reconstruída após o terramoto de 1755. A entrada no templo é surpreendida por uma inesperada igreja-salão, com as três naves ao mesmo nível. O arquitecto foi o prestigiado Miguel de Arruda, com provas dadas da sua maestria em Portugal (na Catedral de Miranda e na Igreja de Santo Antão de Évora, entre outras).

De referir especialmente a elegante abóbada com cruzaria de nervuras e a belíssima pintura de brutescos nas colunas, da autoria de Sebastião Rodrigues e André de Morales, que contribuem para a harmonia monumental do interior.
Contactos

Morada:
Rua 1º de Dezembro  2000-096 Santarém


Calcular
É necessário seleccionar um ponto de partida.

Páginas

Pesquisa avançada
Planeamento Veja os favoritos que selecionou e crie o seu Plano de Viagem ou a sua Brochura.
Esqueceu a sua password?
Faça login através de redes sociais
*Aguarde por favor. *As instruções de recuperação de password serão enviadas para o seu e-mail. *E-mail não enviado. Tente novamente.
Faça login através de redes sociais

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação e não guarda dados identificativos dos utilizadores.
Poderá desativar esta função na configuração do seu browser. Para saber mais, consulte os Termos de Utilização

close