www.visitportugal.com

Vela

Vela
Local: Estoril
Foto: Turismo do Estoril
Foto: Turismo do Estoril

Com um clima ameno, sol brilhante e ventos de feição, praticar vela ao longo da costa portuguesa é um enorme prazer. Sempre no Oceano Atlântico, por vezes tranquilo para uma navegação descontraída, ou mais temperamental com desafios que exigem muita energia. 

Se no século XV os Portugueses içaram velas ao vento em caravelas e naus e se aventuraram “por mares nunca dantes navegados”, como tão bem narrou Camões, hoje em dia o mar é um espaço privilegiado para o desporto. E a vela pratica-se em diversas classes de embarcações de norte a sul do país, e também nos arquipélagos dos Açores e da Madeira. 

Há no entanto alguns locais que se destacam. Desde logo a baía de Cascais, perto de Lisboa, e a baía de Lagos no Algarve que estão consideradas entre os melhores campos de regata do mundo, sendo por isso palco dos mais prestigiados eventos e troféus da modalidade. São muitas as provas internacionais que têm vindo a incluir competições e escalas nas nossas águas, como o Tall Ships Races e a Volvo Ocean Race em Lisboa, a Regatta Clipper around the world na Madeira, o TP/52 Audi Med Cup em Portimão ou o Centenário da ISAF, a Federação Internacional de Vela, que foi celebrado em Cascais. 

Por todo o país há empresas, escolas e clubes náuticos que dinamizam a prática da vela e ensinam quem quiser aprender, mas podemos referir algumas zonas com maiores potencialidades para a modalidade. Por exemplo no Norte de Portugal, Viana do Castelo, Póvoa do Varzim e Leixões e no Centro a Ria de Aveiro de Ovar à Costa Nova, a Figueira da Foz ou a Lagoa de Óbidos. Já perto de Lisboa, ao longo da linha do Estoril é normal avistarmos muitas velas brancas no horizonte, tal como em Sesimbra e mais a sul em Troia. Para além de Lagos, toda a costa algarvia é apreciada pelos velejadores, destacando-se ainda Vilamoura onde está a marina mais antiga, ou Portimão que recebe estágios de equipas de alta competição. São também de referir, no meio do Atlântico as ilhas da Madeira e Porto Santo, bem como o arquipélago dos Açores em que se destaca naturalmente a ilha do Faial com a marina da Horta que é lendária entre os iatistas de todo o mundo. 

Em qualquer uma destas zonas é possível alugar um barco e usufruir da liberdade de sulcar as águas desfrutando de outras perspetivas sobre as paisagens. E não só no mar, por exemplo no Rio Douro, ou na albufeira da barragem do Alqueva também há vastos planos de água para percorrer. Para aqueles que gostariam de ter a experiência de velejar seguindo a rota que traçaram, mas ainda não aprenderam a manobrar o leme, existe a possibilidade de alugar a embarcação com skipper deixando-se conduzir sobre as águas. Outra opção para navegar com toda a comodidade é tomar parte nos circuitos organizados em veleiros antigos e apreciar as vistas sobre as zonas costeiras.  

Por todo o país existem docas, marinas e portos de recreio que proporcionam todo o tipo de serviços e infraestruturas para os que fazem travessias longas, e muitas propostas para aqueles que pretendem apenas experimentar a modalidade. São o apoio com que se pode contar em terra firme, o porto seguro para qualquer “lobo do mar”.


Planeamento Veja os favoritos que selecionou e crie o seu Plano de Viagem ou a sua Brochura.
Faça login através de redes sociais
Faça login através de redes sociais

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação e não guarda dados identificativos dos utilizadores.
Poderá desativar esta função na configuração do seu browser. Para saber mais, consulte os Termos de Utilização e Tratamento de Dados Pessoais

close